Euroogle
GEPSD PCS IFSC
TE PCS IFSC
Definição encontrada no Novo Dicionário de Termos Europeus
EFTA > EFTA (European Free Trade Association)

A EFTA (European Free Trade Association, ou Associação Europeia de Comércio Livre) é uma organização europeia fundada em 1960 por sete países que, então, não tinham aderido à Comunidade Económica Europeia (CEE): Áustria, Dinamarca, Noruega, Portugal, Reino Unido, Suécia e Suíça. A Finlândia foi admitida em 1961, a Islândia em 1970 e o Liechtenstein em 1991.

O Tratado que deu origem à EFTA foi assinado a 4 de janeiro em Estocolmo. Atualmente, a EFTA é constituída por apenas quatro países: Suíça, Liechtenstein, Noruega e Islândia.

A EFTA foi criada quando os países fundadores se decidiram juntar para defender os seus interesses económicos através da constituição de uma área de comércio livre. O seu funcionamento alicerçou-se num princípio simples: os produtos importados dos seus Estados-Membros não estavam sujeitos ao pagamento de impostos aduaneiros o que, naturalmente, serviu para fomentar as trocas internacionais no espaço desses países.

Em 1973, a CEE assinou acordos com os Estados-membros da EFTA no sentido da criação de uma zona de comércio livre para os cerca de 380 milhões de consumidores dos países das duas organizações europeias. Ao abrigo dos acordos então assinados, a Comunidade Europeia e a EFTA passaram a designar esta área por Espaço Económico Europeu(EEE) em maio de 1992. A Suíça não pôde, contudo, ratificar o acordo devido ao resultado negativo do referendo realizado em dezembro de 1992.

Portugal foi um dos membros fundadores da EFTA, tendo beneficiado, até janeiro de 2002, do apoio do Fundo da EFTA para o Desenvolvimento Industrial do País.

(última alteração: Outubro de 2017)
Se quiser melhorar este dicionário: